Quando acaba a vindima no Dão, ficam para trás apenas as uvas que darão origem a este Colheita Tardia. É tempo do sol de outono, das primeiras chuvas e da humidade, das folhas que, em Santar, ganham cores e padrões tão contrastantes. Só nos melhores anos conseguimos produzir este vinho, a que chamamos Outono de Santar, por nos trazer sempre à memória a magia única dessa época do ano na emblemática Vila de Santar.

Castas
90% Encruzado e 10% Furmint.

Vinificação
Desengace total, prensagem pneumática suave com aproveitamento de 20% do sumo de uva, clarificação estática natural, fermentação alcoólica em barricas de “segundo uso” a 20°C.

Maturação
6 meses de battonage com 12 meses em barrica de segundo uso.

Aromas
Botrizado, com nuances de manteiga, frutos secos levemente tostados, alperce seco e flores cítricas.

Sabor
Complexo com frescura distinta, untuoso e bem equilibrado. Final longo e persistente.

Gastronomia
Em momentos de lazer, para acompanhar acepipes diversos e para acompanhar sobremesas delicadas. Consumir a 12ºC.

Enólogo
Osvaldo Amado.